terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Depois que li esta estória, eu sempre soube o que responder quando me perguntam "porque sou gay?"

  Vocês já pararam para pensar quem são os grandes inventores destas "estórinhas" muito miraculosas e peculiares que a gente cresceu ouvindo na escola e que as crianças ouvem até hoje? Bem, se estou perguntando é que não sei bem ao certo porque elas servem ! Porém, esta parábola que vou citar a seguir tem um significado muito grande. O que o autor quis dizer é que...que...sei lá, leia e tire as suas próprias lições de vida!

O Sapo e o Escorpião 
Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio. O escorpião vinha fazer um pedido: 
  -"Sapinho, você poderia me carregar até a outra margem deste rio tão largo?" 
O sapo respondeu:  
   -"Só se eu fosse tolo! Você vai me picar, eu vou ficar paralisado e vou afundar." 
Disse o escorpião:  
  -"Isso é ridículo! Se eu o picasse, ambos afundaríamos." 
Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio. No meio do rio, o escorpião cravou seu ferrão no sapo. 
Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou: 
  -"Por quê? Por quê?" 
E o escorpião respondeu: 
  -"Por que sou um escorpião e essa é a minha natureza." 

Depois que li esta estória, eu sempre soube o que responder quando me perguntam "porque sou gay?".

Nenhum comentário:

Postar um comentário