sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

"O ser humano é mais importante que sua opção sexual”.

Homofobia (homo, pseudoprefixo de homossexualfobia do grego φόβος "medo", "aversão irreprimível") é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a lésbicasgaysbissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais.                As definições referem-se variavelmente a antipatia,desprezopreconceito, aversão e medo irracional.A homofobia é observada como um comportamento crítico e hostil, assim como a discriminação e aviolência com base em uma percepção de orientação não heterossexual.

Segundo alguns estudiosos, pesquisadores e defensores da causa o problema da homofobia em nosso país se agrava devido aos padrões tradicionalmente aceitáveis de sexualidade. 
Acredita-se que o homem deve obrigatoriamente ser o “macho reprodutor” ou seja, seguro de sua masculinidade e incansável em demonstrá-la assediando o sexo oposto. “Quem foge desse padrão é discriminado. Mantêm sua preferência escondida ou é tratada com deboche, com discriminação, preconceito e violência”.
 A solução para acabar com o preconceito seria “romper com a dicotomia que não compreende que não existe apenas um padrão preestabelecido de sexualidade. Entender que o humano é mais importante que sua opção sexual”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário