quarta-feira, 28 de março de 2012

[Logo nós que somos tão observadores e detalhistas!]


Todos os dias nós passamos por ruas e esquinas. Nelas notamos inúmeras coisas.  Notamos carros antigos ou novos, rodando ou estacionados. Casais de namorados passeando. Barracas de cachorro-quente. Bancas de jornais. Hidrantes. Escadas de incêndio. Tampinhas de garrafas no chão. Bocas-de-lobo. Pessoas "normais" andando apressadas para não chegarem atrasadas a seu destino. Enfim, notamos até o formato da lajotas da calçada. Mas "esquecemos" de notar aquilo que realmente nos incomoda. Aquilo que sabemos que também é nossa responsabilidade. "Esquecemos" de notar. O músico tocando pra receber esmola. O mendigo dormindo no chão. A criança passando frio. "Esquecemos" de notar algo que extrapola as barreiras do sofrimento. "Esquecemos" de notar. As lágrimas de seres humanos. 
[Logo nós que somos tão observadores e detalhistas!]

4 comentários:

  1. Mark,sua alma transcede pois já assumistes a sua própria sombra!Somos projeções de nossos sentimentos,buscamos conforto no amor pois essa é a única razão de ser!Beijos obrigada pela sua mensagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só tenho uma palavra á dizer: OBRIGADO!

      Excluir
  2. Parabéns pelo blog!! É muito inspirador.
    Escrevo algo parecido com o que você chama de "Esquecimento", mas nomeio de "Cegueira da alma".

    Sinta-se convidado a visitar-me no http://bardopedagogo.blogspot.com.br/.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita! Seu blog é maravilhoso e ja esta linkado!!!

      Excluir