sábado, 28 de abril de 2012

"Era uma vez um príncipe encantado..."


"Eu demorei  15 anos e poucos meses da minha vida procurando um amor. Um dia achei! Encontrei e tenho certeza que vai ser único." Achou a história bonita ? Agora vem a parte que eu mais odeio: "Eu não posso abraçar quando eu sinto vontade ou necessidade, eu não posso beijar quando eu tenho vontade ou quando me pede. Aí quando tem a oportunidade [alguns] não deixam, mas eu posso esperar muitos anos, ou o resto da minha vida, mas eu vou ter você do meu lado pro resto dela." [Rock Obcession]

sexta-feira, 27 de abril de 2012

"As vezes dá tudo errado, então nos acontecem coisas boas das quais jamais aconteceriam se tudo tivesse dado certo"

Tal como um amigo me disse, e partilho completamente da sua opinião, por vezes sinto que o meu corpo fala por mim, que age quase como que por impulso a certas reações ou situações. Não consigo controlar... É mais forte do que eu.

[PS: "Tenho a ousadia de viver da maneira que gosto, sem questionar muito a opinião dos outros. Cada um com sua forma de pensar. Correto ou não, eu sigo meus instintos. Sem limitações, sem vergonha... Cara de pau mesmo! Prazer, Mark"].

terça-feira, 17 de abril de 2012

"Desabafo: Acho que sou de outro mundo"

Esses dias estava pensando sobre as pessoas e como elas vivem em sociedade. Quando eu estava no primário [quinta série pra ser mais exato!] eu olhava para os mais velhos e ficava desejando crescer rapidinho para ingressar no ensino médio [primeiro ano do ensino médio, mais precisamente], pois aos meus olhos de criança, era uma fase escolar que causava muito status e privilégios. Meu irmão [Stiury] me causava uma certa inveja por estar alguns anos há minha frente.Bem, um dia sem nem mais nem menos eu cheguei lá! E foi uma merda! Nada aconteceu. Nem era divertido e não proporcionava nem uma vantagem sobre ninguém. Hoje descobri que quem agrega 'valor' á fatos e posições, sou eu mesmo.Este 'valor' não esta condicionado á nada nem ninguém, que não seja você mesmo.O tempo passou. E eu continuei fantasiando e dando valores para certas situações ou posições. Por exemplo, até hoje não me acostumei com o ambiente acadêmico. Minhas fantasias eram de pessoas ultra-inteligentes e com super habilidades especiais que teriam muitas idéias para mudar o mundo. E de professores mega-malucos-inteligentes que fariam muitas experiências com os estudantes para torna-los mais inteligentes.Imaginava cada pessoa com um 'dom especial'. Mas nem o dom da amizade, do coleguismo, da partilha, da inovação. Nada dessa baboseira existe [nem para passar a cola].O que vejo são pessoas normais. Que tem uma vida normal. E que só querem aprender aquele monte de conteúdo, acertar as respostas na prova e ir pra casa.
Não sei se foi uma boa ideia abordar este assunto! Mas como haviam outros assuntos envolvidos nesta questão, resolvi juntar tudo.Isso tudo só pra dizer que, mesmo sem ser, eu me sinto diferente de todo mundo que esta em minha volta.Na verdade eu me sinto estranho. Todas as pessoas tem uma forma, alienada ou emancipada, de viver. Porém, eu sempre fiz questão de fazer o contrário, logo o estranho sou eu! Eu vejo amigos, trabalho, família, vida, amor, enfim tudo de uma forma diferente.[chega de enrolar Mark, vai logo ao assunto].É o seguinte: eu não entendo as pessoas que ficam só por ficar, digo sem amor, sem nem ao menos conhecer a pessoa, tipo ir em uma festa e ficar com varias pessoas. Particularmente não sou assim, não gosto de ficar, e as vezes que fiquei foi por gostar mesmo da pessoa. Prefiro namorar sério mesmo! Mas parece que atualmente as coisas são diferentes [ou sou eu o diferente?]. Pra onde olho só vejo pessoas com atração pela aparência das outras, beijando outra pessoa sem amor... Será que sou muito idiota [diferente] por isso?
[Ainda continuo estranho!].

domingo, 15 de abril de 2012

"Hoje acordei não entendendo muita coisa... Logo já estava cansado de tanto tentar entender. [Deixei quieto]."

[EU NUNCA ENTENDO CERTAS COISAS! E MESMO ASSIM, ME MATO DE RIR]

Pra quem sonha acordado, fácil é acordar dormindo!


"Hoje eu sonhei com um Jérias. Não existe!!! Mas eu sonhei! Era como se fosse um suricate que tinha na ponta do rabo um ferrão amarelo, claro que tinha um veneno muito forte! Eles nadavam em umas poças de águas verdes-cristalinas em uma floresta... Eu não resisti aquele bichinho fofinho, e peguei na cabeça de um, mas ele me mordeu! A mandíbula dele podia se deslocar para todos os lados! Era fofinho e assustador ao mesmo tempo. Daí num lembro mais! Acho que deveria pôr no meu livro!"
Como vocês podem perceber, pela descrição de meu irmão Damien, eu cheguei a conclusão de que ele estava sonhando com o "POKÉMUNDO"!!! [para quem entende!].

quinta-feira, 12 de abril de 2012

" Isso só acontece comigo! Será?" [parte II]

Outro dia, minhas colegas de trabalho [também consultoras de vendas] e eu, saímos de Crisalis Florida [nossa cidade natal] e fomos viajando pelo mundo até uma cidadezinha qualquer. Depois do almoço resolvemos dar um 'giro' a pé pela cidade para conhecer melhor. Não sei porque motivo todas pararam em frente a vitrine de uma loja de produtos de higiene e começaram a gritar. Eu andava distraidamente alguns passos á frente.
 - Maaarrrk, achamos um presente ideal para lhe dar no seu aniversario!!!
Todas as três riam descaradamente [desesperadas]... Me aproximei muito interessado em saber que elas haviam lembrado de meu aniversário... [fuck] Eu apenas tirei uma foto antes da luz negra tomar conta de meu coração  pelo resto daquela infindável tarde! [segue foto ao lado].

Porque o VAZIO que sinto em minha ALMA não pode ser preenchido? Porque falta você! [Damien Mithel]

"E se homens amassem anjos, que por sua vez amassem homens ?" [Perguntas assustadoras que Damien sempre me faz!].
Hoje só quero agradecer a meu irmão gêmeo DAMIEN, por contribuir com o novo layout do blog. Obrigado.
Sempre soube que Damien é meu irmão gêmeo! Um pedaço de minha alma que insistiu em nascer em outro corpo. [OBRIGADO, VOCÊ MERECE SER MUITO FELIZ!]

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Convenções humanas - Natural e Não-Natural

"E eu peguntei a Ludde: 'O que era amor?'. Ele me respondeu que 'ainda não sabia!'.
Tornei a insistir com outra pergunta: 'Pra que amar se é tão difícil?' Ele continuou me olhando 'Tenho muito mais dúvidas do que certezas, hoje com certeza eu só tenho você'.
 'E porque você escolheu á mim?'Ludde passou um de seus dedos em meu nariz me deixando com cara de  bobo 'É seu jeito, seu cheiro, o modo de vestir, como caminha, como olha, como me vê. Não sei. Apenas Amo.'
[...]
Olhávamos a lua cheia quando pedi a Ludde se ele tinha medo de me perder. Ele apenas disse que 'o amor é justamente isso.É ficar inseguro, é ter aquele medo de perder a pessoa todo dia, é ter medo de se perder todo dia. É você se ver mergulhado, 'enredado',em algo que você não tem mais controle. É amar naturalmente”
Me calei. Depois de ouvir aquilo de Ludde, percebi que ele era louco mesmo. Um louco capaz de lutar contra uma multidão só pra dizer que o amor entre dois homens era natural. Só para dizer que me amava... Não sei se fiz Ludde feliz, hoje se pudesse pediria mil perdões a ele. 
Porém, acho que todos concordariam comigo. Era a 'ideia' não-natural de um louco que ia ao encontro de 'ideias' naturais de milhares de pessoas. Eu escolhi ser natural."

domingo, 1 de abril de 2012

[ ERROR 2013 NOT FOUND FUTURE ]


Memória...[Se penso, logo EU ACHO que existo]


Capitulo 2
Memória...[Se penso, logo EU ACHO QUE existo].
Memória...
[Memória?] E se todos esquecerem de algum fato, ele deixa de existir?
Pergunta que martela minha cabeça.
E se eu for apenas lembranças de alguém que já existiu há muito tempo? 
E se eu for apenas uma projeção mental? [Um sonho talvez!]
[...]
Mente cansada...[Sono]...
Isso é loucura. Anjos e demônios. Medo e escuridão...
Eli, Eli, lemá sabactâni : Deus meu, Deus meu, porque me desampareste. Mt.27:46;