quarta-feira, 29 de agosto de 2012

" Quer que eu conte uma piada? (NÃO!)

Um dia deste eu saindo do trabalho com uma piada na cabeça:
Mark: -Oi? Ludde quer que eu conte uma piada?
Ludde: -Sim!
Mark: -Está bem, mas para ela valer eu tenho que retornar a ligação. Ai você diz "é quem?" Eu digo "é nóiz" e você "nós quem?"
Ludde: -Então tá!
Mark: -Alô?
Ludde: Alô, é da TIM?
Mark: W.T.F!!! (Que merd* é essa?)
Vou descrever aqui como seria a piada na íntegra:
Mark: -Alô?
Ludde: -Alô, É QUEM?
Mark: -É NÓIZ!
Ludde: -Nós quem?
Mark: -Nós dois!!! (lol) 
Que parte da explicação ele não entendeu?

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Ria, se não for engraçado, certifique-se de que sua risada seja convincente!

"Meu final de semana foi repleto de risos sem sentido com gosto de borboletas-azuis a voar por um lago-amarelo. Foi um cheiro de flores brancas com as luzes de um por-do-sol nostálgico."
Bem, não sei descrever em palavras poéticas, mas nós rimos pra caral...*!


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

E é assim que eu tive um amor. Foi o meu melhor amigo.


O momento era estranho e tudo estava quieto...
Nossos olhos se encontraram... Fiquei com medo! Rapidamente, corei e olhei para o lado. Mas ele apenas sorriu para mim e pegou minha mão. Às vezes, odeio quando ele sempre entende. E ainda mais quando ele enfia meu cabelo atrás da minha orelha. Ele me olha assim e a lógica simplesmente desaparece ... As pernas amolecem, as mãos começam a tremer! "Alguém já comparou o amor a um terremoto?" Se não, eu tenho que dizer que é assim que me faz sentir...Disfarcei e quis sentar-me. E ele apenas riu de mim. E continuou me olhando estranho... É o meu segredo a mostra? Será que ele sente o mesmo? Mas e se ele não me quiser? Eu pensei muito. Eu odeio quando eu faço isso. É a razão pela qual nunca me dei bem na vida... Talvez se eu disser algo... Que é isso?
Ele apenas tocou meus lábios com a ponta dos dedos! Será que ele sabia que eu ia dizer o que estava em minha mente? Oh não! Talvez ele queira dizer que ele nunca vai ser meu... Talvez se eu usar os meus olhos de cachorrinho? Não... Isso seria ruim. Ele pode ser forçado a mentir. Ele está balançando a cabeça. Isso pode ser ruim. Ele prometeu que nunca me faria triste! Agora ele está olhando para longe ... Eu só vou fingir que eu estou olhando para a grama e não ele! Brilhante! Ele nunca vai suspeitar de tudo isso. Bem, claro, apenas enquanto eu não começar a cantar. Canções de amor é tudo que eu sei, pode parecer estranho. Fazer uma serenata para a grama, é como imaginar minha avó de barba! Espere, ela tem uma barba... Ótimo, agora eu estou rindo e ele está olhando para mim de novo...Rápido! Rápido! Pense! Finja! Então eu suspiro, porque eu simplesmente não posso acreditar em mim mesmo. Que bobagem essa coisa toda tem vindo a ser. Agora, essas emoções estão apenas crescendo forte demais. Se eu ficar por perto, eu não vou ser capaz de seguir em frente... Por que esse tipo de coisa sempre acontece comigo? "Eu apenas não posso fazer isso", ouço-o dizer. Meus olhos se arregalaram. Será que ele realmente vai embora? Não! O que eu fiz? "O que?" É isso mesmo. Eu só vou jogar mudo. Mas ele está sorrindo para mim. Ele sabe que eu não resisto... Agora ele está se inclinando para a frente... Eu acho que é meu primeiro beijo! Pisquei algumas vezes, e ele piscou também. E foi aí que eu me descuidei... Eu soltei um "eu te amo". E eu nunca vou esquecer o que ele disse em seguida: "Eu sei. Eu sempre amei você também!" Então, nós nos beijamos de novo...
E é assim que eu tive um amor.
Foi o meu melhor amigo.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

"O poder da atração"

Outro dia conversando com minha melhor amiga sobre o quanto ela foi importante na minha recuperação do uso as drogas. De repente ela ficou pensativa e naquele momento eu sabia que ela tinha algo a me dizer:

Léia: Sabe Mark eu tenho muito azar na minha  vida...
Mark: Vá se explicando "mulé"...
Léia: Analise o fato: O primeiro homem por quem me apaixonei era gay! O segundo era traficante e usuário de drogas! O terceiro era meu melhor amigo! Nenhum deu certo pra mim...
Mark: E...
Léia: E isso não é nem o começo do meu castigo. O destino me aprontou mais uma. Me apaixonei por meu melhor amigo, que era drogado e depois descobri que era gay: VOCÊ!
Mark:...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

"Feliz aniversário é para os fracos... Se liga! Você esta ficando é velho!"


Um amigo que está ao lado do meu lado, isso sim você é; Um professor com sábios conselhos e abundância de conhecimento; Uma pessoa que 'jogou' uma vez o mesmo papel que eu; Aqui está mais um ano;Nem uma condenação; Mas, outras portas para abrir; Comemore com alegria e felicidade; Não finja ou tenha desgosto da sua vida; Abrace o intelecto dos anos passados; Renasça; Lembre-se que os dias passam; E você cresceu muito para se tornar o sempre tão surpreendente Celso. Obrigado pela xícara exagerada de café, pelo shampoo emprestado, pela chuva na pele, pela descoberta da amizade, por um lanche em vésperas de feriados, pela taça de vinho derramada, pelo abraço com as luzes misturadas de trovões e fogos de artifícios. Obrigado por existir.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

"E se... Se eu pudesse te dar o arco-íris?"


Às vezes eu escrevo o seu nome com lápis da cor do arco-íris nas paredes. Ás vezes meu quarto cheira você e, às vezes, eu não posso suportar este silêncio. Você me deixou triste. É um silêncio frio, do tipo que entra em minhas veias e me deixa vazio.[Fato: Eu  sinto sua falta!].
Sonhos como este são feitos para me fazer perder a cabeça. A vibração e os detalhes são tão realistas,mas o que acontece, não é porque você ainda está aqui, e seus braços estão em volta de mim, (Eu os sinto tão real,oh meu Deus, eles são tão reais) mas eu sei que é por que te amo! [Fato: Eu desejo te esquecer, mas não consigo!].
Às vezes eu me pergunto se há um botão secreto que você pressiona para alcançar a felicidade. Ás vezes eu me pergunto quem é meu. E eu me penso se você me deixou para ir encontrar o seu. [Fato: Eu nunca poderia te fazer feliz!]
Eu nunca aprendi a fazer um monte de coisas. Eu não sei amarrar meus sapatos. Eu não sei nadar. Eu nunca aprendi a costurar. Talvez se eu aprender a te deixar ir? Isso não importa! Se te deixar ir, eu tropeçarei em meus sapatos, e me afogarei na minha solidão e não poderei costurar os pedaços de meu coração. [Fato: Eu preciso de alguém para me ensinar essas coisas!].
Você costumava dizer eu te amo, e, por vezes eu quase acreditei em você. Ás vezes,
eu pensei que você  me queria. Eu podia ver que você falava da boca pra fora. [Fato: Você nunca foi um bom mentiroso, e eu sempre acreditava em você!].

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Sofra e destrua-se, mas com a certeza de que sua reconstrução será a melhor possível!

Como prometido, ao chegar aos dez mil acessos (mesmo que todos fossem meus!) eu iria 'revelar' a identidade do meu personagem alter-ego criado aqui nestas páginas deste blog. Vou resumir um pouquinho sobre o surgimento do Mark, o gato preto. Mark apareceu em minha vida na época em que eu tinha mil dúvidas, mil perguntas e não tinha coragem de falar com ninguém. Estava numa crise existêncial, sem nenhum rumo. Então, preso em meus pensamentos, me afastei de tudo e de todos e comecei a escrever. Meu objetivo era descrever o que  estava sentindo e ver se alguém poderia me ajudar. Nesta caminhada, encontrei minhas maiores fontes de inspiração: Foxx, uma mente brilhante, mas com muitas falhas na pratica; Bratz, a melhor filosofia moderna aprendi com ele; Cyuwah, que me ajudou na construção de meu verdadeiro eu! Além deles, muitos outros como Celso, que me mostrou o sentido de deixar a nossa marca em vida; Lucas, me mostrou que a fantasia ainda é possível ser vivenciada dentro de nossas mentes; Teddy, sempre acreditou que mesmo estando longe podemos estar perto de quem amamos, e por mais grande que seja sua culpa podemos perdoar. Bem, foram tantas outras que jamais acabaria esta postagem se fosse citar todas. Não posso esquecer de um em especial, cujo nome irei chamar de Albert, foi o meu maior motivador. Ele me fez querer lutar pelo que sou. Pelo meu verdadeiro eu. Não sei como  me inspirou isso, pois percebi que ele jamais lutou para defender o que ele realmente era. Suas últimas palavras foram: 'Eu não vou mudar, na minha condição é impossível'! Diante tudo isso, eu passei por várias etapas para construção de minha nova personalidade. A primeira delas foi a auto-aceitação de minha sexualidade. Sempre acreditei que o maior preconceito é o que esta dentro de nós mesmos. Também entrei no mundo das drogas

alucinógenas, queria saber a sensação que aquilo tudo causava em minha mente. Foi a pior coisa que fiz, mas a melhor também. Mesmo sabendo que eu era um viciado e tendo que me levar, muitas vezes, inconsciente para o hospital ninguém me abandonou. Minha família, meus amigos e até meus colegas de trabalho se mantiveram do meu lado. Aqui, percebi que era um homem sortudo. Mas ainda me faltava algo. Eu reclamava, criticava, chorava, lamentava, lastimava, mas nada fazia. Mesmo me achando um cara inteligente, sociável e bonito, eu realmente nada fazia para mudar minha vida! Nesta ocasião aprendi com meu irmão que um homem de verdade vai a luta e faz acontecer: 'Nada de ficar reclamando e achando que todo mundo esta contra você. Já chega! Somos adultos e temos que saber o que queremos da vida'. (Poxa! Com estas palavras meu irmão desbancou um dos meus inspiradores!). Depois te tantos altos e baixos, tropeços e levantadas eu aprendi, eu realmente aprendi. Gritei, ouvi vozes, fiquei dias sem poder dormir, chorei por semanas, mas eu aprendi. E comecei a mudar minha vida. Não só em textos e palavras, mas em toda e qualquer ação que  fazia. E tudo começou a transformar. O impressionante é que, se você esta obstinado em fazer acontecer alguma coisa e tem certeza do que quer, isso realmente acontece. E a transformação interna foi aos poucos. Foi o ponto mais critico, tive que, dia após dia enfrentar o mundo exterior, mas não perdi o meu foco. Reuni a familia, e lembrei do dia que fui contar que era usuário de drogas: 'Gente, tenho uma coisa a contar...'. 

Minha irmã levanta rapidamente da cadeira e  me abraça: 'Meu irmão, se você for gay, te darei maior apoio'. Então o dia esperado chegou. E não pode ser diferente, todos me abraçaram na sala e me deram boas-vindas! E eu fui feliz. Sou feliz desde este dia. Minha vida mudou radicalmente.

Hoje sou realmente feliz e dono da minha própria história. Pra resumir, sou até noivo! Pra você que leu até aqui, tenho só uma dica: 'Sofra e destrua-se, mas com a certeza de que sua reconstrução será a melhor possível. Erga a cabeça e lute pelo que você tem direito. Chega de ser vitima, o mundo já esta cheio deles, não queira ser apenas mais um!'Chega... Vamos voltar ao Mark. Nesse meio tempo, Mark viajou pelo mundo. Conheceu muitas pessoas, muitas histórias e estórias e todas valeram a pena. Algumas já contadas no blog, outras ainda a serem contadas e ainda existem aquelas que jamais serão escritas ou descritas. Vou continuar escrevendo minhas histórias sim, mas espero que não perca o encanto pela minha identidade ter sido revelada. Agradeço aos amigos que fiz pelo blog e saibam que é graças a vocês que estou aqui escrevendo e revelando-me por completo. Obrigado.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Eu já tinha deixado de acreditar no amor.



Ludde ficou na ponta dos pés, (sim, eu sou consideravelmente mais alto que ele!)  me pediu em namoro...Eu fiquei ali parado, em meio ao olhar molhado, aguardando o momento esperado,tremi.Ao responder, talvez estivesse condenado, preso aos laços, amarrado,e a todas as juras subjulgado. Fugi.Não estava preparado para juras eternas, amor absoluto. Talvez nunca tenha estado, pois as visões maternas, viam em mim um romântico fajuto. Eu já tinha deixado de acreditar no amor. Mas em um descuido meu olhei para sua face, foi num relance, seu sorriso,seus olhos,seu tudo, me fizeram voltar a crer. Eu aceito!

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

"Eu sou assim, e todos são o que são!"


Eu não sou uma doença; Eu não sou um problema; Eu não sou uma aflição; Eu não preciso de tratamento; Eu não preciso de ajuda; Eu não estou doente; Eu não estou confuso; Eu não sou um pecado!
Eu sou assim!
Eu posso ser seu filho; Sua irmã; Seu melhor amigo; Seu colega de trabalho; Um conhecido; Um completo estranho!
Eu sou assim!
Eu preciso de amor, assim como você; Eu preciso de sorrisos; Preciso de suporte; Eu preciso de um abraço; Eu preciso de um amigo; Eu preciso de uma família; Eu preciso de aceitação; Eu preciso entender; Eu preciso de você!
Eu sou assim!
Eu sei que é o amor; Eu sei o que é dor; Eu sei que o ódio é; Eu sei que é a vida!
Eu sou assim!
E eu preciso que você me ame; Da mesma maneira que você me amou antes de você saber que eu era assim!
Eu sou assim!
E eu tenho experimentado o ódio; De um monte de pessoas além de você!
Eu sou assim!
E eu não vou mudar; Eu não vou desistir; Eu não vou largar; Eu não vou fingir; Eu não vou mentir; Eu não vou negar; Eu não vou esconder; Eu não vou deixar doer ainda mais!
EU SOU ASSIM! E isso é MARAVILHOSO!

domingo, 5 de agosto de 2012

Você tem algo a dizer que merece ser ouvido, que merece ser lembrado?



"São outros rostos ,outras vozes interagindo e modificando você. 
Ai surgem novos valores,vindos de outras vontades.
Alguns caindo por terra pra outros poderem crescer..."