quarta-feira, 24 de outubro de 2012

"Não quero ser igual á você! [Jamais]"

"Não precisarei sentir. Pelo menos não os sentimentos humanos. Estes são tão ruins. Vejo destruindo-os aos pouquinhos. Eu não suportaria tanta dor, tanto sofrimento, que estes causam a si mesmos. Como podem ainda terem forças para erguerem a cabeça todos os dias pela manhã?
É tanta agonia, é tanta ansiedade destrutiva que se alimentam de suas mentes e corpos. Eu, ainda que não seja, prefiro ser chamado de ser irracional!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário