terça-feira, 25 de setembro de 2012

ॐ Transcenda! ॐ

Um amigo me deu de presente uma montagem com minhas fotos. Ele soube agradar juntando as coisas que mais gosto: Gatos e borboletas numa mistura bem psicodélica. Além de uma grande variação do símbolo "OM" (minha tatuagem do braço esquerdo). Obrigado!
 "Cores, Luzes, Psycodelia, Euforia , Arte e Música Alta..."ॐ Transcenda! ॐ 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

"Queria ir embora dali .Queria ter coragem para fazer isso."

Não sei por que mas, hoje mesmo com a presença de Mark, senti uma destrutível solidão. Sentei com Mark na janela, e ficamos olhando a chuva que caía lá fora: "Você pode me ouvir pensando?" Mark apenas olhava para o vidro. "Você pode me ouvir gritando, neste silêncio que está batendo dentro da minha cabeça, pulsando dentro das minhas veias e que esta enfraquecendo-me, lentamente?" Mark mal se mexeu e continuou olhando a chuva que aumentava cada vez mais. "Você pode me ouvir?  Você pode ouvir-me!?!" Estar longe de você só faz a solidão aumentar e piorar a cada gota de chuva que cai lá fora. Mark aproximou-se de meu braço, enrolou o rabo nele como se quisesse aquece-lo: "Acalma-te!" Disse, ainda olhando para fora. "Me acalmar? Como?" Eu estava nervoso. "Com respirações profundas. Apenas tome uma respiração profunda." Mark estava certo, só que eu realmente não queria respirar mais. A chuva começou a acalmar, o movimento nas ruas começou a aumentar. Queria ir embora dali .Queria ter coragem para fazer isso. Mas não suportaria a falta de meu gato preto imaginário. Ele também iria sentir a minha falta!

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Chato é quando você lembra de todos,menos do qual você realmente quer lembrar!


Em uma cidade com um nome de santo:

Damien: -Mark, como é o nome daquela Professora de Transfiguração, diretora da Grifinória e vice-diretora da escola, que se transfigura em um gato. É alta e magra, deu a primeira vassoura do Harry Potter?"
Mark: -Alvo Dumbledore!!! 
Professora Marrytholyht, Irma Pince, Vector, Sinistra, Pomona Sprout,Remo John Lupin,Rúbeo Hagrid, Severo Snape,Wilhelmina Brubbly-Plank, Alastor (Olho-Tonto) Moody ,Armando Dippet,Dolores Joana Umbridge, Armando Dippet, Filius Flitwick ,Gilderoy Lockhart,Grubbly-Plank, Madame Hooch,Horácio Slughorn,Kettleburn,Apolíneo Pringle...
Não deu!!!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

"Se não há começo, não há fim!"


Realidade. Eu sempre tenho pesadelos, é algo que não posso controlar. Mas o tema sempre muda. Algo que realmente não posso controlar. Você já se sentiu sozinho no mundo? Você parece uma sombra! Você já esteve com muito medo de olhar para fora da janela? Eu estava... Eu estava com muito medo de verificar se era realmente amanhã ou hoje! Eu estava com muito medo de ver se o que tinha acontecido, realmente aconteceu comigo! Eu acordei com uma tristeza comovente, e nada podia fazer fazer! Eu acordei com um medo angustiante, e não havia nada que eu pudesse fazer! No meu sonho, sempre havia um lugar que eu desejava chegar... E quando finalmente cheguei lá, eu já não era mais bem-vindo ali! Mas há uma coisa que eu sei agora... E sei que estou aqui e isso é a realidade! E há uma coisa que eu posso dizer a você, que me assusta: A realidade é que eu o amo! E sabia o que eu estava fazendo, é claro. Mas isso só significa que eu vou me machucar, eu posso levá-lo, é claro... Eu continuo tentando encontrar uma maneira de fazer-nos consertar... Eu só não quero, porque eu não quero que isso acabe. Se não há começo, não há fim!


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

"Então, você não vai terminar comigo?"


Prologo
Não existe! Esta é uma estória verdadeira. Não se sabe quando, nem onde os fatos são narrados.

Capitulo 1
A barba
Mark estava em uma viagem de pensamentos, enquanto seu namorado (mais velho) via tv. Ele tinha muito trabalho a fazer naquela semana. Estava realmente exausto nos últimos dias e sabia que Albert poderia ajudá-lo a terminar logo o seu livro, mas poxa, isso é um monte de trabalho para uma pessoa só fazer. De qualquer forma ele estava pensando "por que Albert tinha que usar aquela barba?". Porque aquela barba, isso realmente não era atraente, de forma alguma. O elogio ao cabelo bem penteado realmente não desculpou a critica que Mark fizera sobre a barba na semana passada. Albert apenas balançou a cabeça e não disse nada."Nós precisamos conversar, Albert." Mark disse, abaixando o volume da tv."Sobre o quê?", Albert perguntou assustado."Você vai terminar comigo? Diga-me o que é logo!" Mark respirou fundo e olhou para seu namorado em estado de choque. "Não! ... Quer dizer, talvez ..", disse Mark com um sorriso atrevido. "O que?" A voz de Albert ficou trêmula, o que foi muito cômico e novo para Mark. "Ok, primeiro acalme-se homem." "Como posso me acalmar se meu namorado está acabando comigo agora?!" Ele gritou, respirando fundo. "Me deixa terminar, por favor?"Mark revirou os olhos e continuou: "Eu só estou tentando dizer que você realmente precisa fazer a barba!"disse ele seco e direto. "Então, você não vai terminar comigo?" Albert soltou um longo suspiro. "Não, é claro que eu não vou! Eu não vou te beijar, até esta coisa...!" Ele apontou para barba de Albert "sair de seu rosto!" "Credo! Você nunca reclamou nada sobre isso. Então, o que há de errado com a minha barba?" Agora foi a vez de Mark suspirar. "Você parece um mendigo!" Ele deixou escapar. Por um tempo, eles simplesmente ficaram em silêncio. Mark estava prestes a dizer mais besteiras, mas Albert apenas se levantou e foi até o banheiro, batendo a porta. Mark ficou no sofá e esperou o "menino" mais velho voltar. Alguns minutos depois Mark estava sem palavras ao ver Albert sentar-se ao lado dele sorrindo. "Beije-me?"Albert pediu, uma vez que a barba tinha sido aparada. "Sim, eu adoraria", Mark disse espantado, e inclinou-se para beijar seu namorado agora muito mais bonito. "É estranho sem ela", disse ele, passando a mão para cima e para baixo no seu rosto agora sem barba. "Eu acho. Mas você parece muito mais sexy, sem ela, você sabe disso?", Disse Mark impertinente. "Obrigado. Mas você é muito mais sexy do que eu, agora, nestes jeans apertado." Novamente Albert inclinou-se e beijou o menino mais novo, mas desta vez com mais paixão e fogo, mas ao mesmo tempo doce e calmo. "Eu te amo", Mark respirou entre beijos. "Eu também te amo", disse Albert.

domingo, 2 de setembro de 2012

"Tudo o que eu aprovo, faço propaganda III"

Mais uma vez estou aqui recomendando a leitura do blog de um grande amigo meu: ==>"Meus Momentos Espíritas"...

"Meu querido amigo, queria que soubesse que me senti muito honrado com o seu presente. Amei de coração o que você fez em meu Blog, você realmente é muito especial mesmo, tenho por ti uma grande e eterna admiração.
Saiba sempre disso, onde quer que esteja, com quer estiver, você sempre será lembrado por mim, tenho por você uma grande admiração." Kaká.