sexta-feira, 29 de setembro de 2017

A vida é um sopro


Eu queria que você estivesse deitado aqui do meu lado. Queria você aqui para sentir o seu calor, para me dar um toque macio e confortável que só você sabe dar. Para ouvir seu coração bater suave sob a sua pele macia. Eu não consigo pensar em nada mais reconfortante que a sua respiração. 

Toda noite sonho que sou capturado por seus brilhantes e amorosos olhos e me perco no pensamento deste sentimento que poderia durar para sempre. Como eu desejo que você estivesse perto. Mas, eu estou aqui sozinho. Em uma cama que parece muito grande, debaixo de cobertas que parecem tão frias, aquecidas por nada mais do que uma casca de um menino apaixonado querendo reconectar todas as peças de nossos corações divididos, adoecidos e frios. 

Eu me pergunto se  pensa em mim também. Se você tem medo de me perder para sempre. Se  me quer lá com você todos os dias ao amanhecer. Há um tempo, eu via você estar deitado na cama dormindo profundamente, em paz, e isso já era suficiente para acalentar minha alma. Eu, excessivamente, penso em você. Estou com saudades. Eu quero você aqui. Embora, eu não estarei mais aqui em breve. 

Meus olhos estão ficando pesados ​​e meu corpo está desintegrando. Me sinto à deriva, em um sono profundo o suficiente para nunca mais vê-lo novamente. Somente nos meus sonhos. Nos sonhos onde nunca precisamos  dizer adeus. Nos sonhos, onde você está sempre deitado aqui do meu lado. Em um sonho em que você não é apenas uma foto na parede.

Nenhum comentário:

Postar um comentário